Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2013

CONSELHO

Olha para o dia agora.
A noite já se foi,
repara bem...
Olha que beleza a chuva fina,
a rua em silêncio a receber
o abraço dos pingos andarilhos.
Segue a jornada do teu dia,
recolhendo apenas alegrias
e refazendo assim teu coração.
Olha para o dia agora.
A noite já nem sabe de tua insônia...
A vida é mais do que breves vitórias,
e muito mais do que uma ilusão...

Solineide Maria

Oração

Meu Deus:
deixe-me ser aquela que ama e passa,
a que ama e segue,
a que ama e vai
para frente!
A que aprende a amar
na secura de uns braços frios
de ternura.
A que chora,
mas depois se cura.
Deixe-me ser a que ama
e é deletada,
ninguém precisa saber
que amei
e que passei
despercebida.
Deixe arquitetar amores
fortes
para a SUA SEMEADURA!

SOLINEIDE MARIA

Do espírito natalino

Será onde fica o espírito natalino nos meses que antecedem Dezembro?!...


Novo livro sendo escrito... SOLINEIDE MARIA

DAS UTILIDADES DA POESIA

Poesia não é resposta:
é um entrelaçado
de perguntas...

Solineide Maria

AVISO

O espírito natalino
 não mora mais em Dezembro
mudou-se para as lojas no início de Outubro...

Solineide Maria

Outro desejo

Meu desejo é amarperdidamente. Mas não a carne de um homem, nem a alma de um homem, nem minha própria carne, nem minha própria alma. Meu desejo é amar de verdade! Amar a Terra e tudo o que ela traz que me faça produzir luz e calor. Meu desejo é ter amor, mas muito mais, ser AMOR.

ELE LAVOU AS MÃOS

Toma meu corpo,
e sonha com a minha ausência.
Toma minha paz e lave as mãos.
Lave as mãos,
enquanto vou embora.
Lave as mãos,
já arrumei sua sujeira.
Lave as mãos a poeira foi tirada.
Lave as mãos,
já arrumei seu quarto e sala.
Lave as mãos,
como sempre fez...

Para todos os PILATOS do mundo.

COMO SE FOSSE UMA LEMBRANÇA

“Nunca se sentira tão infeliz. Jamais pensara que um dia seria capaz de se ver assim, sentado numa calçada, sozinho, chorando”. Nem mesmo o abraço de um amigo de infância fizera com que se sentisse melhor...  Havia se arrumado para ela: a melhor roupa, o melhor tênis, o melhor perfume. Quando era criança, pensava que amor fosse uma brincadeira. Alguma coisa boa que deixasse a pessoa feliz. Lembrava-se de sua mãe aconselhando-o sempre para que não se apaixonasse por completo... Agora ele entendia. Sabia que sua mãe assegurava sobre as armadilhas do amor... “Mas aquilo era amor”? Pensava, sem ter noção de que essa pergunta já havia sido feita por milhares de seres adolescentes.  Quando seus pais se separaram, pensou que o mundo acabaria... Nada disso... Foi maravilhoso, pois conseguia ver seu pai duas vezes por semana e sua mãe começou a arrumar-se como nunca fizera antes. Ele começou a ser feliz assim... E a dor inicial (por causa do divórcio dos pais) passou a não existir mais. Talve…

LEITURA NÃO CANSA...

 Por Solineide Maria de Oliveira.
Gostei de todas as leituras que realizei nesses dias de recesso escolar... Experimentei momentos alegres, outros muito tristes e outros instigantes... Afinal, para quem não tem grana nem tempo para viagens longas - ou curtas - nada mais VALOROSO do que a leitura para nos levar aonde quem viaja fisicamente nem chega a aportar... Além do mais, escrevo uma Monografia para entregar em Agosto próximo (até o namorado anda cheio...). Com o tempo, discorrerei sobre eles todos para lermos, certo?! Enfim descansando... Pude arrumar alguns livros que ficaram comigo (doação de uma amiga) por falta de espaço na Biblioteca Municipal (pasmem)... Verdade... Cheguei com aquele pacotão de vinte e dois livros no recinto citado, peguei moto táxi, um chuvisco persistente e, depois de esperar pela abertura do local, deram-me essa “vergonhosa” notícia. Voltamos – eu e os livros doados – para a casa de minha mãe, onde me hospedo até hoje... Eles ficaram empacotados até on…

Dormir e roubar é só começar...

Não estava muito bem. Trabalhando muito e ganhando mal, comendo apressadamente e também mal, acabou por ter problemas de sonolência. Foi isso que o prejudicou naquele dia, quando, sem querer, dormiu em serviço. Saiu tarde, como sempre, porque seus horários de trabalho sempre foram organizados pelas oportunidades que surgiam. Levantou-se e vestiu um casaco de marca (recém-adquirido...) de um transeunte incauto. Organizou sua agenda, mentalmente, e saiu. Sabia o endereço do próximo serviço; era perto de onde se abrigava. Avistou todos se recolherem e seguiu para o trampo. Abriu à força a porta do carro com bastante facilidade, anos de experiência lhe outorgaram tal capacidade, que considerava muito útil. Utilíssima...  Encontrou um notebook quase novo, enfiou na sacola (habilmente preparada para apanhar os objetos de valor). Leu a agenda do dono do carro e descobriu tratar-se de um médico. “Interessante”... Pensou... Se precisasse um dia de cardiologista, teria um número. Escova de cab…

CLASSIFICADOS E MAIS UM TANTO

Vende-se a profissão que escolhi... Ser professor não dá certo aqui...

Solineide Maria

Dedico à Clívia da Silva Santos

CLASSIFICADOS E MAIS UM TANTO

Mulher solteira procura 
soltar quem lhe refutou, mas ainda está apegada... Ao laço que criou...

Solineide Maria

CLASSIFICADOS E MAIS UM TANTO

Vende-se uns versos tristes, que podem acompanhar suas noites solteiras.

Solineide Maria

CLASSIFICADOS E MAIS UM TANTO

Vende-se um coração cansado, mas que ainda dá um bom caldo...

Solineide Maria
Para MARINA COLASANTI