Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2015

REITOR ELETRÔNICO

Ilustríssimo Reitor
Venho através desta, proferir algumas palavras. Mesmo desconfiando de que não conseguirei alcançar o Senhor... Pois que, ao que parece, Vossa Excelência está muito “automatizada”. E eu, Ilustríssimo, com todo respeito, não possuo essa disposição: ser eletrônica, ser um Ser autômato.
A Educação passou por períodos de grandes transformações. Isso, óbvio, a partir de muita luta de seres “pensantes” e autônomos. Essas transformações necessitaram de coisas contrárias ao que trava o pensamento.  Tais alterações precisaram Senhor Reitor, da liberdade e da autonomia daquelas pessoas que, por serem fomentadoras do pensar, construtoras de teorias em favor da Educação, alicerces de modificações do “ato do pensar”, necessitaram. O que nos difere, a nós humanos, dos seres todos do Planeta Terra, diz-se, é o pensamento. E atrelado a este, o livre arbítrio: podemos escolher. O Senhor sabia disso não Senhor Reitor? Temos, nós os humanos, o importante dom de pensar; e de pensar sobre o…