sexta-feira, 13 de abril de 2018

DANTE




A fotografia é obra intelectual . Esta foto é protegida pela lei. Está escrito no art. 7., inc. VII, da Lei 9610/98:



C(l)aridade que aquece 
o coração amornado
da avó...

Torrente de sangue novo
cedendo à avó
um quê de vida à mais.

Gratidão é a palavra

Dante menino,
vencendo os desafios da retomada
na vida carnal.

Nada é banal Dante,
tudo cumpre um destino.
O seu sangue vigora o sangue de sua avó
de sua bisa, bisavô...
Dos seus pais,
de tudo enfim que tem a ver com você.
Dante...

Por que as palavras não dizem
quando precisamos dizer?

Mas para quê dizer?
Ser é maior Dante menino,
sangue atual,
luz que vira Sol,
que vira flor,
que traz paz ao antigo
viking
que "trajoua" o nome de seu pai.

Dante que dá.
Que faz revolver a Terra e brilha.

Sangue original,
que empresta vida
que devolve vida.

Sua luz é recebida com amor,
agasalha a alma quando a saudade
inventa dor.

Dante menino,
viajante do Universo,
do Paraíso que outro Dante não "conseguiu"
descrever...

Descreve você Dante.
Dá.
  
Te amo neto.
Assinado: vovó Sol.
Luanda, 13 de Abril de 2018.

AS VIAGENS

(Este é um texto sobre lancha, sobre barquinho de papel, sobre saudades, sobre sala de aula, sobre ser professor-pesquisador na época em...