De certas dores...

Tem dor que não se conta porque ninguém entende. (Solineide)