sábado, 18 de outubro de 2014

"Para que tá feio"!

Ontem, na Palestra de Nazareno (Palestrante Espírita renomado internacionalmente), para o encerramento, ele nos presenteou com um mini-documentário da vida de Tony Melendez (no me digas que no puedes).
Tony não tem braços e aprendeu a usar os pés para tudo. Para tudo! Aprendeu a tocar violão e cantar maravilhosamente.
Tony casou-se a adotou duas crianças... Vejam! Exemplo de que somos todos úteis para o Planeta e que queixar-se é "falha grave". Queixar-se do irmão então...
Além de outras ricas coisas, Nazareno nos incentivou a parar de queixas e de medos que, afinal, são falhas, e nos atirarmos sem hesitação ao melhor que podemos realizar enquanto Seres de Deus reencarnados para a ASCENSÃO.
O Tema da Palestra foi "A Família" e nossas dificuldades com parentes. Dificuldades no casamento, relação pai e mãe, irmãos etc.
Na verdade, Nazareno discorreu sobre muitos temas num só. Deu-nos uma dose de ânimo quando nos rememorou a IMPORTÂNCIA do auto conhecimento.
Aliás, o palestrante bateu algumas vezes nessa tecla: autoconhecimento!
O autoconhecimento, para ele, é a chave de toda boa relação e relacionamento. Inclusive com o Mundo.
Pela manhã, quando conversava com uma irmã querida, disse que precisa enviar um projeto de programa de TV para algumas Redes. Um programa onde a gente discutisse temas que se fazem inconcordáveis de tão aberrantes.
Discutíamos, por exemplo, a falta do ensino de Libras durante o Curso de  Licenciaturas... Quando Licenciatura "forma" professor...
No meu programa imaginário, discutiríamos esses problemas assim, digamos, injustificáveis... E aí, eu e o telespectador discorreríamos sobre os temas, por telefone, internet, carta, pessoalmente... Sobre muitos temas polêmicos de faltas e falhas variadas em nossa sociedade contemporânea.
Para o primeiro programa, se começasse agora, poderíamos discutir sobre a eleição, dizendo um "para que tá feio" grande para a "esculhambação" mútua no programa eleitoral gratuito (que deveria ser pago pelos partidos).
Mas ontem a noite, o para que tá feio eu dei para mim. Quando percebi que tenho tudo e muitas vezes reclamo. Muitas vezes me paraliso e não poucas vezes me boicoto...
O programa "para que tá feio" deve ser inserido em nossas vidas... Quando percebermos que estamos extrapolando as raias do descontentamento e da queixa contra o outro.
Aliás, queixar-se do outro é sinal de alerta de que precisamos voltar nossos olhares para DENTRO DE NÓS... Outra lembrança de Nazareno.
Ele disse algumas coisas que já lemos, mas são coisas necessárias de serem rememoradas, para, um dia, afinal, praticarmos em nossas vidas.
Para que tá feio saber e não aplicar. Para que tá feio...
Para que tá feio não amar de verdade, ficar no tatibitate, abraçar sem viço e sem vontade, dar de ombros para quem necessita de atenção...
Para que tá feio dizer que é Espírita e não ser Cristão...
Para que tá feio se dizer Espírita e não ser caridoso com as imperfeições alheias, que ao cabo, temos todos nós...
Para que tá feio não se aprimorar nos estudos SÉRIOS e levar a sério a vida. Ela deve ter uma programação séria: o autoconhecimento e progressão espiritual.
Para que tá feio de dizer que não pode...
Bom dia a todos!

SOLINEIDE MARIA DE OLIVEIRA
18-10-2014

Nenhum comentário:

Postar um comentário