sábado, 19 de abril de 2014

História de um amor

Ela morou em Roma,
renasceu na Espanha.
Foi Duquesa,
depois foi cortesã...
Foi escrava negra,
foi branca e pobre,
foi homem 
umas vinte encarnações,
mas sempre foi melhor
como mulher.
Foi para o Brasil,
nasceu poetisa
está professora.
Acredita em Deus 
e na Doutrina Espírita.
Ele nasceu mago,
nasceu homem ruim,
foi até das Cruzadas.
Foi um general
bastante "empolgado"
nas coisas de espada.
Foi leitor de cartas,
foi homem galante,
e pegava todas...
Foi homem de muitas,
de muitas,
de várias mulheres
ao mesmo tempo.
Mas nunca amou...
Encontrou numa taberna
uma dançarina triste e
se apaixonou.
Naquela época, ele era
um pobre escritor...
Os dois resolveram morar
bem juntinhos,
mas ele a deixou
por uma loura burguesa...
Ela se matou
de tristeza.
Hoje ele é homem bom,
espiritualizado,
pode ser doutor
(se quiser),
mas prefere ser bom,
cada vez melhor.
Reencontraram-se,
os dois!
Estão já casados,
mas querem casar-se
novamente.
E querem casar-se
novamente,
quantas encarnações
mais,
experimentarem.

SOLINEIDE MARIA

Nenhum comentário:

Postar um comentário