sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Itabuna, 07 de Fevereiro de 2014.

Te amo que não dá para dizer.
Te amo além do que você vê,
além do que expressam meus olhos...
Te amo lá longe, lá LONGE,
LONGE... No pensamento que tenho de você.
Te amo quando calo e respiro fraquinho,
fraquinho... fraquinho...
Quando respiro fraquinho
com saudade de você.
Te amo agora,
quando parei de escrever um Slide
(muito importante)
para escrever para você.
Te amo quando a gente fica quieto, quieto
e me dá uma vontade de chorar,
uma vontade de gritar pela janela,
pelas ruas,
pelos bares,
pelas praças,
pela cidade,
para o mundo inteiro,
para o universo:
que amo você.
Ai meu amor... Te amo mesmo.
E tem gente que duvida sabia?
Tem gente que diz assim: "mas quando foi isso"?
Sério...
Tem gente que diz assim: "mas onde foi isso"?
Tem gente que olha assim: "não entendi nada"...
Sabe, rezo por todos eles,
pois que se pudesse,
buscaria um Crisóstomo para todas elas
e você buscaria uma Isaura para todos eles.
Mas não podemos não é amor?
Os amores DEVEM se buscar até se encontrarem.
Mesmo que tenham que atravessar oceanos...
Mesmo que tenham que vir gemendo de dor,
frio,
tristeza,
depressão...
Mesmo que tenham que tenham que esperar
em uma cidade sem Livraria,
numa cidade sem Cinema,
numa cidade sem Teatro,
numa cidade sem Exposições,
numa cidade sem...
Mas numa cidade com O Centro Claudionor de Carvalho!
Numa cidade com Flora, numa cidade com uma Igreja pintada de vermelho...
Você sabia amor? Sabia que a Igreja do meu bairro é pintada de vermelho?
Não entendo, desde infante, por que pintariam uma Igreja de vermelho.
Sempre imaginei as Igrejas em cores celestes:
azul,
verde,
branco,
anil,
lilás,
prata,
dourado... (rsrs)
Que bobagem não é amor?
Você me perdoa?
Perdoa-me por saber pouco de algumas coisas?
Perdoa-me por ser baixinha? (rsrsrs)
Por ter pouca carne... (rsrs)
Perdoa não é amor?
Te amo tanto...
Tanto... Tanto que agora me emocionei,
meus olhos estão úmidos de vontade de dizer também.
Eles dizem assim: escorrendo esse líquido salgado.
É tão bom amar você amor. Saber que seus olhos vão ler esse,
essa,
esse...
Que gênero é esse que escrevi amor?
É carta?
Não é bilhete, porque é extenso...
É Ofício amor?
É certidão? Poderia...
A Certidão do Meu Amor por Você....
Que gênero é esse amor? Que escrevi?
Não importa.
Importa que te amo.
Importa que te espero.
Importa que você esteja BEM.
Importa que você SEJA FELIZ!
Importa que esteja SAUDÁVEL!
Importa que PROGRIDA espiritualmente!
Para sempre!
Para sempre!
Para sempre me amar
como te amo!

SOLINEIDE MARIA DE OLIVEIRA
Para Rafael

Nenhum comentário:

Postar um comentário