sábado, 11 de maio de 2013

BILHETE PARA MADRE TERESA

Madre querida... Empresta-me teu colo, para que nele possa chorar, sorrir, acalmar minhas dúvidas. Madre bendita... Empresta-me teus olhos, para que possa enxergar (de fato). Empresta-me tuas mãos, Madre santa, para que possa escrever palavras iluminadas, “iluminativas”, Iluminadoras... Madre Teresa... Vem aqui hoje à noite, vamos tomar um café... Deixe-me falar bobagens sobre o que penso, ou, apenas para que veja meu olhar entristecido. Tenho certeza que com seu abraço, ele seria, de pronto, aquecido. 

Solineide Maria

Um comentário:

  1. Eai tia de boa na lagoa? tranquilo como um esquilo?

    ResponderExcluir