sábado, 22 de setembro de 2012

Metal contra as nuvens...

Não quero ser seu soldado:
matar, morrer,
tudo em vão.

Não quero crer
no que crê,
não me chame de irmão.

Não quero amar 
desse jeito...
Amor não seria isso.

Tamanho desequilíbrio
só rima com
servidão.


Não me prometa mais nada,
você não vale
um tostão...

Vá e mate,
morra,
suma.

Não conte 
comigo
não.


Para Renato Russo.
Se você soubesse o que andam fazendo por esses dias aqui no Planeta...


2 comentários:

TEMER APROVA O TRABALHO ESCRAVO

De onde saiu essa criatura que atende na função de Presidente de um país com gente que trabalha para pagar feijão, arroz, carne seca, água?...