sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Lembranças

Essas lembranças são mornas.
Isso irrita.
Não são aquecedoras,
nem resfriam de vez
um coração errante.

Essas lembranças são fáceis
de compreensão.
Isso as torna pobres.
Pois apenas em percebê-las,
desfaz-se o encanto em tê-las.

Essas lembranças são
lixo sentimental:
não acrescem,
nem diferem.
Não compram,
nem criam filho...

São ovoides,
e quase coisas podres;
por isso causam
nem riso,
nem prumo,
nem falta dele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

TEMER APROVA O TRABALHO ESCRAVO

De onde saiu essa criatura que atende na função de Presidente de um país com gente que trabalha para pagar feijão, arroz, carne seca, água?...