quinta-feira, 23 de agosto de 2012

A LITERATURA QUE LI HÁ 20 ANOS ATRÁS

Li Tocaia Grande. Acho que por volta de 1989... Tocou-me profundamente. 
Aquelas personagens ficaram em minha memória, passeando, como se fossem pessoas que conheci. 
Penso que as conheci sim, já que nossa região (sul baiana) tem tudo daquilo que se lê na ótima prosa  romanesca de Jorge Amado.
Jacinta, a cafetina, foi a que mais me intrigou: solitária, apesar de rodeada de gente... E tem o negro Castor Abduim (Tição Aceso) e um libanês que não recordo o nome... O "danado" Natário Fonseca que ganha umas terras e começa a cultivar cacau...
Apesar de "sangrento" em alguns momentos (todos, quase) a história narrava amizade e algum refúgio. 
Foi um livro que marcou minha vida e, de alguma maneira, minha escrita: "somos o que lemos", alguém já disse.

Salve Jorge! 
Li e leio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário