quinta-feira, 26 de julho de 2012

DIA DO ESCRITOR



Escrever. Sobre o quê?
Tantos assuntos
perseguem minha mente,
olham as minhas mãos,
tremem a língua...

Escrever. Como?
Há em torno de mim
uma angústia
que come e consome
as vogais,
adentra pela porta
das consoantes
quisera ser "tacanha"
feito antes...

Quando não queria saber nada,
nem ver, nem ter nenhum
conhecimento.
No entanto, a força abissal
do pensamento,
deixou-me assim,
absorta ad-eternum...


Escrever. Para que?
Para ficarem tristes os vocábulos
presos num velho livro na estante
empoeirada?

Não sei se devo...
Escrever?
Sim!!
Todos os dias!!
Para serem sempre
jovens as palavras!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

TEMER APROVA O TRABALHO ESCRAVO

De onde saiu essa criatura que atende na função de Presidente de um país com gente que trabalha para pagar feijão, arroz, carne seca, água?...