sábado, 2 de junho de 2012

Para a Bailarina pobre que mora na minha Rua

A bailarina dança,
pulando,
contra a lama
que a chuva acumulou
na rua suja,
do bairro onde reside.
A bailarina é tão bonita...
Falta-lhe a meia-calça,
falta-lhe o chumaço do coque,
mas ela vai tão elegante,
mesmo sem dentes...
Mas ela vai tão alegremente
mesmo de sandálias simples...
Mas ela vai tão realizada,
que dá pra ver que é, mesmo,
uma bailarina.
Vive saltando contra as falhas
de sua vidinha severina...
Te amo bailarina da Rua Bela Vista,
Bairro Mangabinha,
Itabuna-Bahia!




Para a pequena bailarina (pobre) que passou pela janela lateral da cozinha da casa onde moro com minha mãe há muitos anos. Mas de uns tempos para cá, desde 2005.

Nenhum comentário:

Postar um comentário