quinta-feira, 8 de março de 2012

Uma evolução chamada MULHER

Nunca quis ser feminina,
apenas fêmea.
Amar e ser amada.
Ser amada e ser cuidada...


Depois cresci.


Hoje consigo ser
o que quer que seja
que precise ser.


Sou pai e mãe,
companhia 
e companheira.
Tudo ao mesmo tempo,
tudo a seu tempo.


Consegui evoluir:
sou mulher.

Nenhum comentário:

Postar um comentário