domingo, 29 de agosto de 2010

Para os 33 homens soterrados em uma mina de ouro no Chile

No escuro estão trinta e três homens.
Debaixo de muita terra,
debaixo.
A muitos metros de nós.

Há muitos metros estamos
da dignidade deles,
em sofrer tamanho destino
com o sorriso na frente.

Com o sorriso na frente,
mandam cartas para os pais,
para a mulher e os filhos:
dizendo palavras firmes.

Palavras para estes homens,
lá debaixo, bem debaixo da terra,
são mágicas poções
que podem causar alegria.

Alguns homens aqui "em cima"
usam tantas palavras bonitas
para abrir ou magoar feridas...
Meu Deus, velai por estes aqui "de cima".

Os que estão lá embaixo, bem abaixo
de todos nós,
estão muito mais acima!
Usam as palavras, de maneira digna.

Nenhum comentário:

Postar um comentário