quinta-feira, 20 de maio de 2010

Sempre me enfraqueço diante de ti.
Tanto que o vento alcança fácil os
Meus pensamentos.
Tanto que se o olhar não foge: deslembro.

Solineide Maria

Nenhum comentário:

Postar um comentário