segunda-feira, 5 de abril de 2010

Oração para Madre Teresa

Madre Teresa:
Não me deixe voltar a ser a mesma de um minuto atrás.
Não me deixe exceder em humildade, quando isso beirar falsa modéstia;
No entanto, não me deixe faltar com a humildade.
Mas se não existir meio termo, Querida Irmã, que eu seja então,
O pó das sandálias do mais adoecido leproso, que um dia a Senhora cuidou.
Não me deixe ser feliz demais, porque aí, eu esqueceria de agradecer a Deus.
Mas não me deixe na tristeza sem consolação nenhuma.
Abraça meus irmãos mais solitários, porque, aparentemente, já sei um pouco
Lidar com a solidão.
Afinal, hoje não me sinto mais solitária.
Amada, Abnegada Irmãzinha, pega na minha mão
Preu não querer escrever apenas minhas poesias tolinhas.
Que eu seja um instrumento para uso útil da literatura que edifica
Aquelas almas mais desiludidas.
Ó Ilustre Mãezinha dos sozinhos, rechaçados, segregados,
Abraça meu espírito e me inspire o melhor;
Para dar o melhor de mim aos meus irmãos carnais e
Espirituais.
Que assim seja.
Amém

20:27 Solineide (obrigada Alaor).

Nenhum comentário:

Postar um comentário