domingo, 7 de março de 2010

Algumas pessoas me perguntaram se "virei evangélica" num tom pejorativo. rsrs
Isso, por causa daquela Oração pessoal de início de ano e semestre. "Que coisa menino"! Como diaria Renato Russo.
Primeiro: se acompanhar, estudar e analisar o Evangelho é "virar evangélica", sou, então, há tempos.
Segundo: acho que ninguém vira; a gente hora está longe, hora está perto e hora permeia um lado e outro.
Terceiro: a força de minha poesia não enfraqueceria porque admito crer nisso ou naquilo. Que bobagem gente, em plena "contemporaneidade", tais preconceitos não deveriam exisitr (mais).

Solineide Maria de Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário