sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

TRISTE COMEÇO DE FIM DE ERA

De tão distantes, as pessoas se esquecem diariamente, parece que cada um dos olhos, está olhando para lugares diferentes.
Ter pudor, agora, é covardia...
Melhor seria pensar em esquecer o velho tema, AMOR, que ele seja iscutido e lembrado, apenas, pelos poemas.
De tão egoístas, as pessoas não se conhecem mais...
Toda elas sempre roçando suas próprias idéias revolucionárias. Triste começo de fim de era...

Solineide Maria
1986

Nenhum comentário:

Postar um comentário

TEMER APROVA O TRABALHO ESCRAVO

De onde saiu essa criatura que atende na função de Presidente de um país com gente que trabalha para pagar feijão, arroz, carne seca, água?...