segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

A felicidade - primeiro semestre

A felicidade, Rejane, é uma menina faceira, mas muito, muito irritante. Se não tens muita constância, ela corre longe.
Corre e fica lá olhando a nossa cara de infantes, que perdemos a vontade por qualquer tola decepção. Por isso, é preciso ser “infalível, como Bruce Lee”.
A felicidade quer a todos, mas nem todos sabem ir de encontro aos seus bracinhos tão macios, tão fofinhos, tão agradáveis de abraçar. Braços de sonho e luar...
Por isso se faz preciso ser “impávido que nem Muhammed Ali”.
A felicidade é assim, malemolente, faceira que nem só ela; facinha ela não é não...
De toda sorte, é preciso ir à busca dela sim, “apaixonadamaente como Peri”.

Para REJANE GOMES DE OLIVEIRA SILVA – por ter persistido em agarrar sua felicidade-universidade.

TIA SOLI

Um comentário:

  1. Vlw Tia!
    Vc é parte dessa felicidade!!!
    Muito obrigada Lindo o textoo!
    Grande beijoo!
    Vamo pegar muitas caronas juntas!!
    kkkk

    ResponderExcluir