domingo, 21 de fevereiro de 2010

DO VAZIO

Tudo é muito vazio.
Até o conceito de vazio é vazio...
Não existem palavras que definam o que sinto.
Acho que nem sinto realmente.
É tudo triste e apático e frio, quando o sinto.
Até o conceito das palavras são vazios...


Solineide Maria - 1986

2 comentários:

  1. Pessoal:
    publicarei umas coisas de muito antes, muito antes mesmo. A poesia acima, é uma dessas coisas bem de antes. Treinando a escrita, escondida em casa, no quarto, às escuras... (rs)
    Vamos nos divertir. Ou não, como diria o Caetano. (rs)
    Um abraço a todos(as).

    Solineide Maria

    ResponderExcluir
  2. olá... adorei o vazio e o atordoamento do encontro,
    quem sabe assim eu não me desencontro
    e escrevo algo sobre o pleno de tudo o que cabe
    na plenitude do nada...bjkas...adorei o que li e o que vi...o resto é poesia...

    ResponderExcluir