segunda-feira, 27 de setembro de 2010

O POEMA SOBRE PAZ (QUE NÃO ESCREVI)

Queria hoje escrever um poema de paz.
Sair correndo, brisa leve em minha cara.
Paz!
Viver de hoje em diante em clima de harmonia.

Queria ouvir a doce campainha
Do amor compartilhado.
Sem sombras de amores ilhados,
Sozinhos, egoístas...

Queria ir e vir e abraçar,
E andar de mãos dadas
Coladinha com a esperança.
Colher em mim sorrisos de criança.

Queria tanto acreditar que é verdade,
Que o homem traz em si sinceridade,
Que o coração é mesmo casa
Que abriga emoção.

Quando meu Deus?
Quando vamos ver
A paz aqui em breve alvorecer
As frágeis intenções de nossas veias?

Solineide Maria

DEDICO ESTE POEMA À RAFAELA!

Publicado no Recanto das Letras em 20/09/2010
Código do texto: T2508784

Nenhum comentário:

Postar um comentário

17 DE JUNHO DE 2018 - ANIVERSÁRIO DE DANTE (meu netinho)

Dante, quando você crescer não vai lembrar de que fomos ao Pronto Socorro em seu Aniversário. Não foi nada demais... era uma virose, s...